2017 - RENATA FONSECA

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Frases do estilista Dener
Olá pessoal!

Frases do estilista Dener

"Eu criei a moda brasileira, um estilo próprio, nosso, que fez com que as grandes senhoras do país não precisassem mais se vestir na Europa.” 

“A mulher chique fica bem com qualquer trapinho.”

“A mulher-luxo é capaz de superar o próprio conceito de elegância (…), é modelo de vida e de comportamento, que não lança a moda, mas a consagra.”

“A mulher realmente refinada se veste para si mesma. Até quando faz a maior faxina, está sempre arrumada.”

“A realização do artista só vem no fim, com a sensação da morte.”



quarta-feira, 21 de junho de 2017

Figurino e cenografia da novela Novo Mundo.
Olá pessoal!!!
Hoje vou falar um pouco sobre a novela Novo mundo que retrata uma parte da história do Brasil e claro com um pouco de fantasia – nem tudo que acontece na novela aconteceu na vida real. Adoro essa novela!
Escrita por Thereza Falcão e Alessandro Marson, com direção artística de Vinícius Coimbra, Novo Mundo é uma aventura romântica ambientada no Brasil do início do século XIX, entre 1817 e 1822.
Guiada pelo conceito de realismo e pelos métodos de construção do século XVIII, a equipe de cenografia de ‘Novo Mundo’ vai fazer o público viajar pelo Rio de Janeiro do século XIX, período em que se passa a trama, de 1817 a 1822, antes da independência do Brasil. 



Na minha opinião a melhor caracterização do elenco é o de Viviane Pasmanter  se minha mãe não tivesse me falado ia demorar para reconhece-la. Com os cabelos escuros e mal cuidados, maquiagem "enfeiadora" e dentadura que imita dentes podres. E o núcleo mais divertido é o da estalagem com os personagens Licurco, Germana, Elvira e Quizinho.
Na cidade cenográfica dos Estúdios Globo, foi reproduzida a Praça XV e seus principais elementos: o chafariz, o Arco do Teles e o Paço Real, hoje conhecido como Paço Imperial. O Paço Imperial é o maior e mais alto prédio feito nos Estúdios Globo, reproduzindo o equivalente a 50% do tamanho real.
A produção teve que representar as armas da época, em sua maioria, garruchas, bacamartes e espingardas antigas, além de réplicas. Uma empresa especializada também produziu espadas idênticas às originais do império e algumas réplicas importadas foram alugadas, além de reproduções em materiais seguros para utilização em cena.





Cada núcleo tem a sua peculiaridade e paleta de cor. Os figurinos dos austríacos, como o rico negociante Wolfgang (Jonas Bloch) e o médico Dr. Peter (Caco Ciocler), poderão ser percebidos nas cores marrom, verde, vinho.
Na primeira fase Os tons claros serão apresentados pela protagonista Anna Millman (Isabelle Drummond). O figurino dela é composto por tiaras, detalhes no cabelo, luva, sempre vermelho com branco. Tudo meio transparente, translúcido. Já na segunda fase ela casada usa o cabelo com penteados  e passa a usar roupas escuras e mais fechadas.
 Já Leopoldina é bem romântica e recatada. Com o passar do tempo, as roupas diminuem, pois ela já entendeu que o clima no Brasil é outro.
Piatã (Rodrigo Simas), irmão de Anna é meio índio e meio inglês, pois foi adotado, por isso, seu figurino mistura as duas referências.
Todas as dragonas, os bordados e as insígnias que as realezas e os militares usam foram produzidos nos Estúdios Globo, assim como o processo de envelhecimento e desgaste das roupas. Além disso, foram produzidos em São Paulo chapéus para as personagens de Leopoldina e Anna e as coroas, réplicas idênticas às originais. Outros acessórios como bengala, chapéus, óculos e relógios foram adquiridos em brechós.
Para mostrar a realidade da época, em que as pessoas quase não tomavam banho nem escovavam os dentes, alguns personagens terão os dentes pintados, com esmaltes específicos, para que pareçam mais escuros. Também aparece sujos, efeito adquirido com uma base específica, suados, com espinhas, unhas amareladas e pés encardidos. Ninguém faz sobrancelha, e algumas mulheres vão aparecer com pelos nas axilas, graças a apliques específicos para isso.
A caracterização dos piratas também vai chamar a atenção do público. O visual assustador deste núcleo é composto por capas de couro, patuá de caveira, talabarte feito com pedaços de cintos e couro encontrados no acervo, como se eles próprios tivessem feito, além dos colares, bijuterias e anéis que eles roubavam ao longo das viagens.
http://gshow.globo.com/Estilo/Moda/Roupas/noticia/figurino-de-novo-mundo-elenco-se-veste-e-apresenta-personagens.ghtml
http://gshow.globo.com/Bastidores/noticia/vivianne-pasmanter-se-transforma-por-papel-sem-vaidade-em-novo-mundo.ghtml

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Dicas para o feriadão.
Olá pessoal!

Dicas para quem não vai sair de casa  no feriadão.

Filme



Esse filme concorreu ao Oscar 2017 de melhor filme, melhor atriz coadjuvante, e melhor roteiro adaptado. Sensacional!! Não conhecia a história dessas mulheres excepcionais que foram fundamentais para a corrida espacial.

Estrelas além do tempo
Direção: Theodore Melfi
Elenco: Taraji P. Henson, Octavia Spencer, Janelle Monáe
Gêneros Drama, Biografia
Nacionalidade EUA

SINOPSE

1961. Em plena Guerra Fria, Estados Unidos e União Soviética disputam a supremacia na corrida espacial ao mesmo tempo em que a sociedade norte-americana lida com uma profunda cisão racial, entre brancos e negros. Tal situação é refletida também na NASA, onde um grupo de funcionárias negras é obrigada a trabalhar a parte. É lá que estão Katherine Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughn (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monáe), grandes amigas que, além de provar sua competência dia após dia, precisam lidar com o preconceito arraigado para que consigam ascender na hierarquia da NASA.


Documentário

Sensacional! Conta à história do Axé music que ano passado comemorou 30 anos.

Percebi que comecei cedo minha vida de carnavalesca. 

Cantei tanto no cinema! Rs....


Axé

Direção: Chico Kertész
Elenco: Ivete Sangalo, Caetano Veloso, Daniela Mercury...
Gênero Documentário
Nacionalidade Brasil

SINOPSE

Originário da Bahia e considerado hoje um dos movimentos musicais mais globalizados do mundo, o Axé é um ritmo musical que carrega em sua essência boa parte de todo o sincretismo musical e cultural baiano. O documentário reúne entrevistas e imagens de arquivo com objetivo de traçar um ponto inicial do nascimento do gênero.


Livro

Gosto muito de Pondé, mesmo que algumas vezes não concorde com o que ele diz. Geralmente ele fala coisas que a maioria das pessoas não gostam/querem ouvir nesse livro principalmente.


Filosofia Para Corajosos


Luiz Felipe Pondé

O objetivo deste livro é ajudar o leitor a pensar com a sua própria cabeça. Para tal, o filósofo e escritor Luiz Felipe Pondé, autor de vários best-sellers, se apoia na história da filosofia para apresentar argumentos para quem quer discutir todo e qualquer tipo de assunto com embasamento. Afinal, os grandes filósofos estudaram, pensaram e escreveram sobre os temas essenciais com os quais ainda lidamos no mundo contemporâneo. O livro está dividido em três partes: Uma filosofia em primeira pessoa, onde o autor conta como ele entende a filosofia; Grandes tópicos da filosofia ao longo do tempo, que traz um repertório básico dos temas que todo mundo precisa conhecer mais a fundo; e Por que acho o mundo contemporâneo ridículo? Uma análise ferina da sociedade atual.


quarta-feira, 31 de maio de 2017

Dica de restaurante. Poró
Olá pessoal!

Já tinha ouvido falar muito bem desse restaurante. Fui à primeira vez, mas não almocei. Minhas amigas almoçaram e eu experimentei a comida que elas pediram e gostei bastante. Em outro almoço com essas mesmas amigas almocei com direito a sobremesa. Gente a comida divina e a sobremesa sensacional!!!





O cardápio já mudou, mas como a comida estava maravilhosa postei as fotos

Clique aqui para ver o cardápio atual.

O restaurante fica no Santo Antônio Além do Carmo no centro antigo aqui de Salvador. O cardápio é pequeno e está sempre mudando aqui. O link do cardápio.



quarta-feira, 17 de maio de 2017

Dicas para o final de semana
Olá pessoal!

Algumas sugestões de filme, série e livro para o final de semana

Filme

Eu amo filmes de terror e suspense! Alfred Hitchcock é um dos meus diretores favoritos!  Nesse filme tem uns momentos de tensão e cada susto que eu tomei! Rs...

A visita



Direção: M. Night Shyamalan
Elenco: Olivia DeJonge, Ed Oxenbould, Deanna Dunagan ...
Gênero Terror
Nacionalidade EUA

SINOPSE

Um garoto (Ed Oxenbould) e sua irmã (Olivia DeJonge) são mandados pela mãe (Kathryn Hahn) para visitar seus avós que moram em uma remota fazenda. Não demora muito até que os irmãos descubram que os idosos estão envolvidos com coisas profundamente perturbadoras que colocam a vida dos netos em perigo.

Série

Adorei a série! Mostra como é difícil a vida da realeza.


The crown





Criado por   Peter Morgan, Stephen Daldry (2016)

Com   Claire Foy, Matt Smith (IV), Vanessa Kirby ...

País : EUA

Gênero: Drama, Histórico, Biografia

 Sinopse

Filha do rei George VI (Jared Harris), Elizabeth II (Claire Foy) sempre soube que não teria uma vida comum. Após a morte do seu pai em 1952, ela dá seus primeiros passos em direção ao trono inglês, a começar pelas audiências semanais com os primeiro-ministros ingleses. Ela assume a coroa com apenas 25 anos de idade, mas com grandes compromissos, vêm grandes responsabilidades.

Livro

Adoro Constanza Pascolato ela tem um canal no youtube Contanza&Marilu que tem muitos vídeos legais.

O livro é de 1999 e muitas coisas mudaram de lá pra cá! Mesmo assim a leitura é válida porque tem coisas que nunca saem de moda.


O Essencial - o Que Você Precisa Saber Para Viver Com Mais Estilo 



“Respeite sua essência. Seja você mesma. É o jeito mais inteligente de construir seu estilo, sua maneira de viver e de se vestir. E você vai ver: estilo é fundamental para a autoestima.” – Costanza Pascolato. As modas passam, mas a elegância fica. Há décadas a empresária e consultora de moda é considerada uma das mulheres mais elegantes do país. Suas dicas simples e práticas mostram que ter estilo não é tão caro nem tão complicado quanto parece. Combinando oito itens básicos – os essenciais – com acessórios charmosos, é possível montar um guarda-roupa elegante e versátil, tanto para o dia a dia de trabalho quanto para um jantar com amigos ou uma noite de festa. Com bom humor e bom senso, Costanza alterna lições de estilo e de vida: indica truques para disfarçar os pontos fracos, mostra como misturar peças caras e baratas, elege os pares de sapato fundamentais e ensina a não perder a cabeça nas liquidações. Para compor um estilo pessoal e intransferível, é preciso antes de tudo descobrir o que se afina com seu corpo, seus hábitos e personalidade. Se você não deseja se transformar numa vítima da moda, identifique o que lhe cai bem, em vez de seguir fielmente o que as passarelas ditam. Afinal, tão importante quanto à roupa que você veste é a maneira como escolhe se comportar: sua atitude, postura e inteligência.



quarta-feira, 10 de maio de 2017

Figurino da série Os dias eram assim
Olá pessoal!

Assisti o primeiro capítulo de Os dias eram assim e gostei de primeira! Adoro essas séries que retratam momentos históricos do Brasil e como consegue reproduzir o figurino e decoração das casas daquele período de maneira quase fidedigna. É muita pesquisa com diversos profissionais para reproduzir as décadas de 70/80.

Um pouco sobre a série e construção do figurino.

Os Dias Eram Assim é escrita por Angela Chaves e Alessandra Poggi e tem direção artística de Carlos Araújo. A trama será ambientada no Rio de Janeiro dos anos 1970 e 1980, próximo ao fim da ditadura militar com o movimento das Diretas Já, a supersérie das 11 mostra a vida de pessoas comuns e seus amores afetados pelo contexto histórico do Brasil na época. E de como este momento foi capaz de interferir em vidas, sonhos e histórias de amor.

O figurino da supersérie Os Dias Eram Assim, assinado por Marília Carneiro, e que mostra as tendências e as características das roupas dos anos 70 e 80.







Vestidos curtos e botas de cano alto eram trend da moda jovem daquele período, conta Marília Carneiro: “A ideia era enfatizar bastante a coxa”, afirma. “Eu gosto muito dessa moda do vestido tubinho com bota, e a franja com cabelão.”

Calças bocas de sino, óculos à lá Jackie Kennedy, biquínis de crochê, produções all jeans e flower power (estampas florais) também fizeram sucesso e vão aparecer com frequência nos looks das personagens. “A Monique, interpretada pela Letícia Spiller, por exemplo, é bem natural, meio californiana. Ela usa saias longas com estampa de flor, esse é o estilo flower power”. Sobre os acessórios que serão usados pelas mulheres do folhetim, Marília aproveita e faz uma aposta:

“O laço de veludo nos cabelos poderia voltar. Acho bonito, feminino e real. Em Nova York ainda se usa muito e adoraria ver esse acessório nas ruas”, sugere a figurinista, sobre o item que marca os looks de Cora (Susana Vieira).

"Óculos grandes foram um chavão da época, porque você não imagina a Janis Joplim ou a Jackie Kennedy sem eles."

Muitas das peças usadas pelas personagens de Os Dias Eram Assim foram garimpadas em brechós ou são vintage – aquele antiguinho original – o que garante um verdadeiro mergulho na moda e nos costumes da época. 


http://gshow.globo.com/Estilo/noticia/figurino-de-os-dias-eram-assim-relembra-tendencias-da-moda-dos-anos-70-e-80.ghtml

terça-feira, 2 de maio de 2017

Meus favoritos no Met gala 2017
Olá pessoal!


Met gala aconteceu ontem homenageando a estilista japonesa Rei Kawakubo pela sua contribuição à moda através de sua grife “Comme des Garçons”.

No meio das bizarrices os dois vestidos que amei foram da Gisele Bündchen  e Jennifer Lopes.


Gisele veste Stella McCartney

JLo veste Valentino


segunda-feira, 1 de maio de 2017

Documentário Advanced Style
Olá pessoal!!

Uma dica muito legal de documentário que fala de idosas que não perderam o estilo e o interesse pela moda. Quero ser igual a elas quando envelhecer.

Documentário Advanced style




Direção: Lina Plioplyte
Nacionalidade EUA

SINOPSE
O documentário é baseado no famoso blog do fotógrafo Ari Seth Cohen, o Advanced Style. O filme acompanha a intimidade de sete mulheres com idade entre 62 e 95 anos que são extremamente interessadas em moda, possuem um estilo único e vivem em Nova York. Desafiando as ideias convencionais sobre o envelhecimento, o filme mostra a felicidade de uma sociedade eclética que vive independente dos padrões de beleza.

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Restaurante Shanti
Olá pessoal!

Ano passado uma das confraternizações de final de ano foi no restaurante Shanti,
escolhemos o lugar porque a prima de uma das amigas tinha ido e adorado então resolvemos arriscar.

O restaurante é de comidas Asiáticas! Cada dia da semana é a culinária de um país tem opção com proteína e sem proteína.

Quando estava indo recebi mensagens pelo whats app perguntando se eu sabia que a mesa reservada era para sentar no chão porque as meninas foram de saia. Rs.....

Adoramos a experiência de comer sentadas no chão! Rendeu muitas risadas!










A decoração linda colorida transmite tranquilidade, alegria um lugar delicioso para almoçar.

Vamos ao que interessa que é a comida: FANTÁSTICA!!! Olha que eu sou muito, muito fresca com comida – não como várias coisas, tenho problema com textura dos alimentos. No dia que fui era comida Indiana.


Shanti vem do Hinduísmo e significa paz, tranquilidade, estar calmo e contente. É nesse clima que o novo restaurante da dupla José Fontan e Juli, donos do La Taperia e Chupito.

Aberto apenas no almoço, o restaurante oferece apenas uma opção de menu por dia, sendo que este varia de acordo com a culinária de diferentes países.
Super recomendo! 

Endereço: Rua João Gomes, 10, Rio Vermelho
Telefone: 3011-2646Instagram: @shantirestaurante

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Fabergé
Olá pessoal!

Sempre ouvir falar dos ovos Fabergé, mas como sou curiosa fui pesquisar mais sobre o joalheiro.

Peter Carl Fabergé (São Petersburgo30 de maio de 1846 — Lausana24 de setembro de 1920) foi um joalheiro russo de origem franco-dinamarquesa.

Seu pai era o joalheiro Gustav Fabergé e sua mãe era a dinamarquesa Charlotte Jungstedt. Estabeleceram-se inicialmente nas proximidades de Berlim, depois em 1800 transferiram-se para a cidade de Pernau na Livônia, à época parte da Rússia e hoje Pärnu, na Estônia.




Especializou-se na confecção de obras com motivos de arranjos florais, grupos humanos e  animais. Ficou mais conhecido pelos seus famosos ovo de páscoa, conhecidos como Ovos Fabergé confeccionados para a família imperial russa, e que o Czar  oferecia anualmente aos seus familiares.

Os ovos Fabergé são obras-primas da joalharia produzidas por Peter Carl Fabergé e seus assistentes no período de 1885 a 1917  para os czares  da Rússia. Os ovos, cuidadosamente elaborados com prata, cobre e platina através da utilização de técnicas de esmaltagem plique-à-jour,escondiam surpresas e miniatura,oferecidos na Páscoa entre os membros da família imperial.





Ele foi encomendado pelo czar Alexandre III como um presente de  Páscoa para sua esposa Maria Feodorovna. Exteriormente ele parecia um simples ovo de ouro esmaltado, mas ao abri-lo, revelava-se uma gema de ouro, que dentro de si possuía uma galinha, que por sua vez continha um pingente de rubi  e uma réplica em diamante da coroa  imperial. Tais características lembram os bonecos matrioska.

A imperatriz  Maria ficou tão impressionada com o presente, que Alexandre acabou por nomear Fabergé como o "fornecedor da corte" e passou a encomendar um ovo por ano, sob a determinação de que este fosse único e contivesse uma surpresa. Seu filho, Nicalau II, deu sequência à tradição e anualmente presenteava sua esposa, Alexandra Feodorovna.

Após aevolução Russa de 1917  a ‘’Casa Fabergé’’ foi nacionalizada pelos Bolcheviques, a família Fabergé fugiu para a Suíça, onde Peter Cabergé faleceu em 1920.

Depois da coleção do Palácio do Arsenal do Kremilin, o maior acervo dessas jóias foi colecionado por Malcom Forbes e exposto em Nova Iorque. Num total de nove Ovos e mais cerca de 180 outras peças feitas por Fabergé, a coleção foi colocada em leilão  na Sotheby’s  em fevereiro de 2004 pelos herdeiros da Forbes. Antes mesmo do início leilão, toda a coleção foi comprada pelo magnata  e oligarca russo da era pós-soviético de nome Victor Vekselberg  por uma soma da ordem de 90 a 120 milhões de dólares. 





quarta-feira, 5 de abril de 2017

Figurino do filme Café Society
Olá pessoal!
Woody Allen é um dos meus diretores favoritos! Tem poucos filmes dele que não gosto, no filme Café Society o que me chamou muita atenção foi o figurino. Belíssimooooo!!!!

Lógico que fui pesquisar um pouco sobre a composição do figurino.

Chanel assina parte do figurino, bem como das joias art deco do longa, que retrata o charme da Hollywood dos anos 30. 






O guarda-roupa composto por vestidos vintage, foi recriado de forma idêntica pelas oficinas da Chanel, assim como o broche de penas e cascatas de diamantes para fornecer um retrato deste Society Cafe, como o tempo em que viveu Gabrielle Chanel.

Woody Allen não é apenas o cineasta de comédias inteligentes que muita gente gosta. Ele também pode ser considerado um guru da moda. O figurino de “Annie Hall” (“Noivo Neurótico, Noiva Nervosa”) criado por Ralph Lauren, por exemplo, segue até os dias atuais como a principal fonte de referência para mulheres que queiram adotar itens o guarda-roupa masculino. Ou seja, o filme não é só um clássico do cinema, como também entrou na história da moda.




Em “Blue Jasmine” o diretor contou com a ajuda de Karl Lagerfeld para criar as roupas usadas pela personagem interpretada por Cate Blanchett, e o casaquinho de tweed da Chanel. Mas não é qualquer figurino, e sim a recriação de peças do arquivo da maison francesa. Suzy Benzinger é a figurinista responsável por toda a produção dessas peças. Ela teve acesso direto ao acervo da Chanel, pesquisando pelos modelos que melhor encaixariam na personagem de Kristen Stewart.

“Eu não usei as peças originais no filme, mas copiei as que achei que tinham a ver com a personagem de Kristen. O acervo é climatizado portanto as peças não poderiam sair dali. Então eu escolhi o que queria e o ateliê da Chanel produziu tudo pra mim. Eles fizeram isso em apenas uma semana, pois ficam fechados durante todo o mês de agosto. Ainda bem que já tinham as medidas de Kristen. No total eu usei dois vestidos de festa, e o short branco foi copiado de uma peça dos anos 30 da Chanel” contou Suzy.

Além da colaboração da Chanel, Suzy contou que recebeu ajuda de outras duas casas imprescindíveis para a conclusão do figurino completo: Schiaparelli e Vionnet. Vionnet é a marca fundada por Madeleine Vionnet, e responsável pela transformação dos vestidos na época. A estilista desenvolveu o que hoje conhecemos como os vestidos de costura enviesada, inspirada nas esculturas gregas. Essa adaptação modificou para sempre o caimento das roupas de festa que conhecemos hoje, tornando os vestidos fluidos e esvoaçantes.

Ao incorporar o design moderno em filmes de época como esse, a figurinista disse que sempre tenta encontrar uma referência real de quem essa personagem poderia ter sido. Segundo ela, a personagem Verônica, interpretada por Blake Lively, seria Carolina Herrera, e assim conseguimos ter mais uma ideia de onde saíram às referências para a atriz no filme.

A proposta do roteiro é mostrar a diferença da alta sociedade entre duas localizações americanas importantes naquela época: Hollywood e Nova York. Portanto a maneira como elas se vestem nessas duas cidades é tão detalhada, mostrando que em Hollywood as mulheres se vestem para a fantasia, como nenhuma outra mulher se veste em qualquer lugar do mundo.

As estrelas de cinema se vestiam nos próprios estúdios antes de irem à estreias de filmes nos tapetes vermelhos. Elas carregavam casacos de pele mesmo em pleno verão, pois todas as estrelas vestiam pele, e isso servia de imagem para mostrar para o resto do mundo como elas eram. Nova York era o contrário disso, é o local onde as mulheres foram guiadas pelas tendências lançadas pelas casas parisienses.

Fontes

@renatafashionfonseca