Quem sou eu

Minha foto
Meu nome é Renata, baiana, bacharel em história e apaixonada por moda. Espero que no blog possa passar um pouco do meu conhecimento de moda, não só trazendo dicas de roupas, acessórios etc., mas um pouco de História sobre o mundo fashion.

Posts

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Primeiro aniversário de 2017

Olá pessoal!!!

Começando os aniversários de 2017!

Tem algum tempo que não frequento a academia - espero que esse ano possa voltar para as minhas atividades físicas - mas a academia não sai de mim e não largos as amizades que fiz por lá.

A comemoração do aniversário foi na pizzaria Casa de Pedra. Adoro essa pizzaria, inclusive já fiz um post aqui sobre o estabelecimento. E o look foi todo em torno desse colar lindo que ganhei de aniversário


Aqui em Salvador está um calor muito grande e escolhi uma roupa bem fresca, camiseta, um short de linho, carteira de palha e minha sandália nova nude – difícil ter pé fino! Passei umas duas horas para encontrar algum calçado que coubesse no meu pé.

E claro o colar!!! Rs....

Camiseta: Bossa nova
Short: Yuppie
Sandália: ABX contempo
Colar: Melinda Melinda 

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Natal

Olá pessoal!

A festa foi aqui em casa e tudo correu as mil maravilhas!

Finalmente usei o vestido que usaria no meu aniversário! Rs...

Olha, foi a melhor coisa que aconteceu! Aqui em Salvador está muito quente um calor insuportável e como o vestido é bem fresquinho caiu super bem. Como o vestido tinha um decote na frente, para ficar mais confortável usei um sutiã de renda, já que provavelmente ficaria aparecendo.




Sapato e brincos pretos e devido ao calor fiz um rabo de cavalo alto.
Vestido: mandei fazer
Sapato: Grat’s

Último aniversário de 2016



Olá pessoal!!

Final do ano cheio e ficou difícil postar no blog! Mas nunca é tarde para atualizar! Rs...

Começando pelo último aniversário de 2016.
Minha irmã arrumou o armário dela e muitas coisas eu dei, outras coloquei em um brechó pra vender e algumas fiquei pra mim. Apesar dela ser bem mais baixa que eu e mais magra algumas peças ficaram perfeitas.


O macacão que usei para o aniversário é um desses que poderia ficar pescando siri como se diz aqui na Bahia, mas como tem elástico na bainha e não ficou solta, acabou dando certinho na altura. Super confortável!

Complementos dourados e o tchan do look é a bolsa que achei nas bolsas de minha madrinha. Apaixona pelos bordados da bolsa.

Macacão: de alguma loja dos EUA
Sandália: Comparatto
Bolsa: não sei onde comprou


sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Dicas para o final de semana.

Olá pessoal!

Dicas para o final de semana!

Filme

Tinha certeza que absoluta que já tinha assistido o filme Fargo. Quando fui ler a sinopse percebi que não tinha assistido. Rs....


Eu gosto mais da série.



Direção: Joel CoenEthan Coen
Gêneros PolicialDramaSuspense
Nacionalidade Eua

Oscar:  Venceu nas categorias de Melhor Atriz (Frances McDormand) e Melhor Roteiro Original (Joel e Ethan Coen).

Sinopse

Em 1987 em Fargo, no Dakota do Norte, o gerente (William H. Macy) de uma revendedora de automóveis, ao se ver em uma delicada situação financeira, elabora o seqüestro da própria esposa (Kristin Rudrud) e faz um acordo com dois marginais, que ganhariam um carro novo e metade dos 80 mil dólares que seriam pagos pelo seu sogro, um homem muito rico. Mas uma série de acontecimentos não previstos cria logo de início um triplo assassinato e uma chefe de polícia grávida (Frances McDormand) tenta elucidar o caso, que continua provocando mais mortes.


Série

Série
Eu gosto muito mais da série!
É bom prestar atenção na primeira temporada porque na segunda vamos entender algumas coisas citadas na primeira temporada.



Fargo é uma série estadunidense de humor negro e drama, criado e escrito por Noah Hawley. A série é inspirada no filme Fargo, que conta com Joel e Ethan Coen, ambos são produtores executivos na série.

Sinopse

1ª Temporada
Em janeiro de 2006, Lorne Malvo (Billy Bob Thornton) chega à pequena Bemidji, uma cidade do estado do Minesota e, com sua malícia e violência, começa a influenciar a população, inclusive o vendedor Lester Nygaard (Martin Freeman). Enquanto isso, a policial Molly Solverson (Allison Tolman) e o policial Gus Grimly (Colin Hanks), se unem para solucionar uma série de crimes que eles acreditam estarem ligados a Malvo e Nygaard.

2ª temporada

Narrando uma história diferente por temporada, a série apresenta na segunda a trajetória do policial Lou Solverson (Patrick Wilson) de 33 anos e recém-vindo da Guerra do Vietnã, personagem vivido pelo vencedor do Oscar Keith Carradine na primeira temporada. Situada no ano de 1979, a temporada tem início quando ocorrem vários assassinatos em uma lanchonete em Sioux FallsDakota do Sul, que foi frequentemente mencionado durante a primeira temporada, os quais são investigados por Lou. A atriz Cristin Milioti intepreta a jovem mãe de Molly Solverson, personagem da primeira temporada. Diversas pistas deixadas na primeira temporada são importantes nesta nova história.


Livro

Clássico da literatura que sempre caia no vestibular!  Uma leitura deliciosa!


Publicado em 1937, pouco depois de implantado o Estado Novo, este livro teve a primeira edição apreendida e exemplares queimados em praça pública de Salvador por autoridades da ditadura. Em 1940, marcou época na vida literária brasileira, com nova edição, e a partir daí, sucederam-se as edições nacionais e em idiomas estrangeiros. A obra teve também adaptações para o rádio, teatro e cinema. Documento sobre a vida dos meninos abandonados nas ruas de Salvador, Jorge Amado a descreve em páginas carregadas de beleza, dramaticidade e lirismo.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Os melhores looks do Globo de ouro 2017.

Olá pessoal!!

Confesso que não gostei muito dos vestidos das atrizes no Globo de ouro 2017. Sigo várias grifes no Instagram e tem fotos de vestidos belíssimos, deslumbrantes!!

Selecionei os que mais gostei!

Emma Stone veste Valentino! Amei esse vestido, leve, com movimento e com brilho que eu adoro!




Gillian Anderson veste Jenny Packham. Não conheço esse estilista - depois farei uma pesquisa-  gostei do decote e do detalhe do pescoço.


E os dois últimos gostei mais da cor do que do modelo. Reese Witherspoon de Atelier Versace tinha tudo pra ficar sem graça loira com amarelo , mas achei que ficou perfeita! Super chique!



E a maravilhosa Viola Davis de Michael Kors Collection. Esse amarelo ficou fantástico nela!


terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Bday parte 2

Olá pessoal!

Segunda comemoração do meu aniversário.

Adoro comemorar meu aniversário!!

E gosto de organizar tudo antecipadamente, mandei fazer dois vestidos só que não ficaram prontos – a mesma costureira fez os vestidos da minha prima e o da filha para festa de um ano da menina e como estava muito em cima deu prioridade a ela – a sorte é que tinha um vestido novo e acabei usando e que acabou ficando mais adequado.

Comemorei o aniversário no restaurante Madero, estava desejando comer o hambuguer  fit de frango! Rs.....


Amei a estampa desse vestido onde a cor azul tem predominância , que é minha cor favorita. Um scarpin preto e acessório prata com pedras nos tons da estampa e bolsa preta.  Achei que o vestido ficou gracioso !

Bolsa: Givanchy
Scarpin: Grat’s
Vestido: de alguma loja dos EUA

Bday parte 1


Olá pessoal!

Já tinha decidido os vestidos que usaria nas comemorações do meu aniversário. De repente os planos para o look da primeira comemoração mudou!

Minha sobrinha estava aqui em casa marcando uns ajustes em alguns vestidos, quando da sacola saiu um vestido enorme que não dava para ajustar. Então resolvi experimentar.  Ficou perfeito! Aí se transformou em um presente de aniversário que usei no dia da comemoração.




O vestido é da marca infantil  Gymboree que tem uma malha maravilhosa, super confortável! Não é a toa que minha sobrinha adora essa marca e de quebra tem cada estampa linda!

PS: Minha irmã me falou que o vestido poderia ser da coleção mãe e filha.

Vestido: Gymboree
Sandália: Comparatto

domingo, 18 de dezembro de 2016

Mulheres na história

Olá pessoal!

Vamos conhecer mais sobre mulheres que fizeram história.

Aleksandra Samusenko foi uma das poucas oficiais de tanques soviéticos. Ele serviu como comandante de tanque de 1943 até 1944. Samusenko ganhou fama por seu heroísmo durante a Batalha de Kursk.



quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Paul Poiret.

Olá pessoal!!

Um tempo atrás, se eu não me engano, visitando o museu do Traje e do têxtil no Instituto Feminino vi um vestido de Paul Poiret e fiquei encantada e curiosa para saber um pouco mais sobre este estilista.

Paul Poiret (1879 - 1944)




O costureiro que libertou a mulher do espartilho Paul Poiret (20 de abril de 1879, Paris, França – 30 de abril de 1944, Paris) foi um designer de moda francês durante as duas primeiras décadas do século 20. Suas contribuições para o seu campo ter sido comparado ao legado de Picasso na arte do século 20.

Quando adolescente Poiret levou seus esboços para  Louise Chéruit, uma costureira de destaque, que comprou uma dúzia dele. Poiret continuou a vender seus desenhos para grandes casas de costura parisiense, até que ele foi contratado por Jacques Doucet, em 1896.  Seu primeiro projeto, uma capa de pano vermelho, vendeu 400 cópias.  Poiret mais tarde mudou-se para a  House of Worth, onde foi responsável por projetar vestidos simples e práticos.  A "modernidade bronze de seus projetos", no entanto, provou ser demais para a clientela conservadora de Worth. 

Com apenas 24 anos em 1903 Poiret estabeleceu a sua própria casa. A França deste período vivia a tendência do orientalismo. A apresentação da peça Shérazade (balé russo) cujos figurinos eram assinados por Léon Bakst, deu início a esta tendência. As cores fortes, as calças odaliscas e os tecidos brilhantes passaram a fazer parte das criações de Poiret.

Desejava revigorar a moda do seu tempo, ou seja, não havia nenhuma preocupação com a saúde, mas sim com a estética da silhueta feminina. Para o costureiro a beleza da mulher deveria ser vista de forma natural e como suporte bastaria usar o soutien e uma cinta. O soutien moderno e a calcinha (caçelons) confeccionada de seda e algodão menos volumosa são suas criações.






Para a mulher que precisava usar todos os dias o apertado espartilho, foi uma revolução. Poiret ficou conhecido por liberar as mulheres desse incômodo acessório. Agora ao invés de espartilhos, a mulher poderia usar ligas e soutiens.

Poiret desbancou a moda ostentativa predominante desde século XVI, disse certa vez para a revista Vogue (1913): “Vestir uma mulher não é cobri-la com ornamentos, mas sim sublinhar o significado de seu corpo e realçá-lo, envolver a natureza em um contorno capaz de acentuar sua graça” (QUEIROZ, 1998, p.14).

A Minaret, que era uma túnica em forma de abajur, a saia funil, que exigia da mulher passos curtíssimos, o trotteur (tailler de corte masculino) e para fazer uso dele, foi necessário subir a barra da saia até o calcanhar, fato que escandalizou que provocou espanto nas pessoas conservadoras da época. As calças odalisca e culote são precursoras das pantalonas e de outros modelos de calças atuais. Observando que de início estes trajes não eram aceitos por todas as mulheres, mas sim por atrizes e mulheres mais ousadas.




A Minaret, que era uma túnica em forma de abajur, a saia funil, que exigia da mulher passos curtíssimos, o trotteur (tailler de corte masculino) e para fazer uso dele, foi necessário subir a barra da saia até o calcanhar, fato que escandalizou que provocou espanto nas pessoas conservadoras da época. As calças odalisca e culote são precursoras das pantalonas e de outros modelos de calças atuais. Observando que de início estes trajes não eram aceitos por todas as mulheres, mas sim por atrizes e mulheres mais ousadas.

Tudo isso faz com que Poiret possa ser considerado o primeiro designer do século, estampando com a sua marca todos os seus projetos e conseguindo vender tudo, desde acessórios, perfumes, roupas a peças de decoração de interiores. Sua maison, que comercializava todos os seus produtos, tinha uma decoração extravagante, considerada vanguardista, assim como a maioria de suas criações, de suas festas e de sua vida da qual pôde conduzir até ser convocado para a Primeira Guerra Mundial, anunciando o fim de sua fantástica carreira.

Com o início da Primeira Guerra Mundial, Poiret teve que se afastar para servir o exército. Foi uma de suas piores fases. Por constar em seus documentos a profissão de alfaiate, teve que arrumar os uniformes dos soldados, tarefa nada fácil para ele que não sabia costurar. Desenhou fardas mais práticas e com menos tecidos. Passou a ser chefe de produção, mas o temperamento genioso o colocava em constantes dificuldades. 

Poiret deixou a sua casa de forma a servir o exército.  Quando voltou, em 1919, a empresa estava à beira da falência.  Novos estilistas como Chanel estavam produzindo roupas simples e elegante que tinham um excelente acabamento. Poiret, cada vez mais impopular, em dívida, e sem apoio de seus parceiros de negócios, logo deixou o império de moda que ele havia estabelecido, em 1929, a casa foi fechada, o seu estoque restante vendido por quilograma como trapos. Quando Poiret morreu em 1944, seu gênio tinha sido esquecido, seu caminho para a pobreza levou a fazer biscates, incluindo trabalho como pintor de rua, vendedor de desenhos para clientes de cafés de Paris. Ao mesmo tempo, o "Chambre Syndicale de la Haute Couture 'discutido proporcionando um subsídio mensal para ajudar Poiret, uma ideia rejeitada pelo Worth, na época presidente do grupo. Só a ajuda de sua amiga  Elsa Shiaoarelli impedido que o seu nome seja completamente esquecimento, e foi Schiaparelli que pagou por seu enterro.


https://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&sl=en&u=https://en.wikipedia.org/wiki/Paul_Poiret&prev=search